Painel de Indicadores

Anos: 2022, 2023, 2024
Meses: Jan, Fev, Mar
Instituições: IFNMG
Indicadores: %APILT, NACTT, %NAP, NEAHI, NPB, % NS, % NTAFPP, % PPA, QAPHI, %TAFPPI, TPTPI

Este indicador tem como objetivo mensurar o percentual de ativos de propriedade intelectual licenciados ou transferidos, até o fim do exercício anterior, em relação à totalidade dos produtos tecnológicos institucionais que resultaram em ativos de propriedade intelectual. Variáveis: Variável 01 – PTLT - Total de produtos tecnológicos licenciadas ou transferidas até o fim do exercício anterior. Variável 02 – TPTI - Total de produtos tecnológicos institucionais que resultaram em ativos de propriedade intelectual. • Fonte: Sistema de Monitoramento (área de Pesquisa institucional).

Este indicador tem como objetivo quantificar o total de acordos e contratos que geraram transferência de tecnologia e/ou know how para a comunidade (local, regional e nacional). Variáveis: Variável 01 – NTATT - Número total de acordos de transferência de tecnologia e/ou know how. Variável 02 – NTCTT - Número total de contratos de transferência de tecnologia e/ou know how. • Fonte: Diário Oficial da União, Sistema de Monitoramento (área de Pesquisa institucional e Fundação de Apoio).

Este indicador tem como objetivo mensurar a porcentagem de alunos e alunas do nível técnico (integrado, subsequente, concomitante), de graduação, das pós-graduações lato sensu e stricto sensu, envolvidos em projetos de pesquisa básica e aplicada executados no ano anterior. •Variável 01 – NAPP - Número de alunos (técnico integrado, técnico subsequente, técnico concomitante, graduação, pós-graduação lato sensu e stricto sensu) envolvidos em projetos de pesquisa aplicada e básica da Instituição. •Variável 02 – NA - Número total de alunos (técnico integrado, técnico subsequente, técnico concomitante, graduação, pós-graduação lato sensu e stricto sensu) da Instituição. • Fonte: Sistema de Monitoramento (área de Pesquisa institucional, utilizando dados de Planos de Trabalho dos Termo de Cooperação e Convênios estabelecidos pela Instituição e com Fundação; Agências de fomento federais e estaduais). Sistema de monitoramento acadêmico da Instituição.

Este indicador tem como objetivo mensurar a totalidade de empreendimentos gerados e/ou atendidos pelos ambientes promotores de inovação (parques, polos, cidades inteligentes, distritos de inovação) e de empreendimentos gerados e/ou atendidos pelos habitats de inovação (incubadoras, aceleradoras, espaços makers, startups, spin-off, espaço coworking). Variáveis: Variável 01 – NEGAPI - Número de instituições e empreendimentos GERADOS pelos ambientes promotores de inovação (exemplo: parques, polos, cidades inteligentes, distritos de inovação). Variável 02 – NEAAPI - Número de instituições e empreendimentos ATENDIDOS pelos ambientes promotores de inovação (exemplo: parques, polos, cidades inteligentes, distritos). Variável 03 – NEGHI - Número de instituições e empreendimentos GERADOS pelos habitats de inovação (exemplo: incubadoras, aceleradoras, espaços makers, startups, spin-off, espaço). Variável 04 – NEAHI - Número de instituições e empreendimentos ATENDIDOS pelos habitats de inovação (exemplo: incubadoras, aceleradoras, espaços makers, startups, spin-off, espaço coworking). • Fonte: Sistema de Monitoramento (área de Pesquisa institucional).

Este indicador tem como objetivo quantificar o número de artigos, livros, capítulo de livros e trabalhos de congresso publicados pelos servidores, no ano anterior, como referência. Variáveis: Variável 01 – NAr - Número total de artigos publicados com fator de impacto (JCR ou Qualis). Variável 02 – NL - Número total de livros publicados com registro ISBN ou QUALIS Livros. Variável 03 – NCL - Número total de capítulo de livro publicado com registro ISBN ou QUALIS Livros. Variável 04 – NC - Número total de trabalhos completos publicados em congressos internacionais, nacionais, regionais e locais. • Fonte: Plataforma Lattes.

Este indicador tem como objetivo mensurar a porcentagem de servidores e servidoras envolvidos em projetos de pesquisa (aplicada e básica), seja como coordenador, orientador, coorientador ou membro da equipe de projeto registrado. A participação do servidor em projetos deverá ser contabilizada uma única vez, independente do quantitativo de projetos que ele participe. Variáveis: Variável 01 – NSPP - Número total de servidores envolvidos em projetos de pesquisa (aplicada e básica). Variável 02 – NS - Número total de servidores da instituição. • Fonte: Sistema de Monitoramento (área de Gestão de Pessoas institucional de cada Instituição da RFEPCT).

Este indicador tem como objetivo mensurar a porcentagem de alunos e alunas do nível técnico (integrado, subsequente, concomitante), de graduação, das pós-graduações lato sensu e stricto sensu, provenientes das ações afirmativas da Instituição, envolvidos em projetos de pesquisa básica e aplicada executados no ano anterior.

Este indicador tem como objetivo mensurar a porcentagem de projetos de pesquisa aplicada, desenvolvidos pela Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica, como pressupõe o inciso VIII do Art. 6° da Lei 11892, que especifica, como finalidade e característica dos Institutos Federais, “realizar e estimular a pesquisa aplicada, a produção cultural, o empreendedorismo, o cooperativismo e o desenvolvimento científico e tecnológico”. Variáveis: • Variável 01 – NPPB - Número de projetos de pesquisa básica. • Variável 02 – NPPA - Número de projetos de pesquisa aplicada. • Fonte: Sistema de Monitoramento (área de Pesquisa institucional, utilizando dados de Termo de cooperação e Convênios estabelecidos pela Instituição e com Fundação; Plataforma Sucupira; Agências de fomento federais e estaduais).

Local em que há troca de conhecimento e onde se opera e influencia o processo de inovação, incluindo um conjunto de vários elementos contextuais relacionados com as condições macroeconômicas (instituições) e com as condições microeconômicas. Esses locais são classificados como: cidade intensiva em conhecimento, cidade inteligente, technopolis, parque científico, parque tecnológico, parque científico e tecnológico, parque de inovação, parque de pesquisa, centro de inovação, hotel tecnológico, pré-incubadora, incubadora, aceleradora, coworking e laboratório de prototipagem, como maker space, também pode se considerar como cidades sustentáveis, polos de inovação e núcleos de inovação. Variável: NHI - Número de habitas de inovação Fonte: Sistema institucional de monitoramento de pesquisa e inovação.

Este indicador tem como objetivo mensurar o percentual de recurso financeiro investido, oriundo de custeio e capital, para o desenvolvimento de pesquisas aprovadas em editais institucionais, na pós-graduação e no ecossistema de inovação, em relação ao orçamento total de capital e custeio da Instituição. Variáveis: Variável 01 – TAFPPI - Total de aporte financeiro institucional para a pesquisa, a pós-graduação e a inovação. Variável 02 – OCC - Orçamento de Capital e Custeio institucional. • Fonte: Sistema de Monitoramento (área de Pesquisa institucional e Pró-Reitoria de Administração).

Este indicador tem como objetivo quantificar o total de produtos e processos tecnológicos que geraram depósitos de patentes de inovação ou modelo de utilidade e registros de marca; desenho industrial; cultivar; topografia de circuitos; programa de computador; organismos geneticamente modificados Variáveis: •Variável 01 – PA - Patente de invenção (PI) e de Modelo de Utilidade (PMU). Variável 02 – M - Marca. Variável 03 – DI - Desenho Industrial. • Nome/Sigla: Variável 04 – C - Cultivar. Variável 05 – TC - Topografia de Circuitos Integrados. Variável 06 – PC - Programa de Computador. Variável 07 – OGM Organismos Geneticamente Modificados. • Fontes: INPI, MAPA e CTNBIO.