Painel de Indicadores

Anos: 2022, 2023, 2024
Meses: Jan, Fev, Mar
Instituições: IFCE
Indicadores: ADH, AQMC, AQMI, CA, CE, CSMS, DCIE, DRS, EC, ECTIC, EOBVP, EVC, IA, IAEADER, IAPQVT, IDGO, IDSRI, IEPDP, IERP, II, IIAD, IPDE, IPPI, IPSE, ISA, ISC, ITCD, ITTAE, MECT, MEFP, MEJA, OBV, OV, PF, QAI, QEC, RAP, RC, REE, SR, SUTI, TAAE, TAEAE, TAECIE, TAEE, TAST, TCC, TCLS, TCSS, TDCIE, TDEEC, TPAEAE, TPAECAC, TPC, TRQE, TTA

Total das ações da assistência estudantil relacionadas com a temática de Direitos Humanos pelo total de atividades da assistência estudantil. As atividades relacionadas com a temática de Direitos Humanos: gênero, feminismo, diversidade sexual, raça, etnia, assédio moral, assédio sexual, bullying, direitos sociais, acessibilidade, inclusão e outras).

Média aritmética dos resultados dos grupos de alimentos. Onde os grupos de alimentos que compõem o indicador são: 1. Frutas in natura 2. Saladas 3. Vegetais não amiláceos 4. Cereais, pães, massas e vegetais não amiláceos 5. Alimentos integrais 6. Carnes e ovos 7. leguminosas 8. Leite e derivados

Total de itens avaliados com “sim” pelo total de itens avaliados (com exceção dos avaliados com “não se aplica”. Fonte de dados: Checklist disponibilizado pela DAE, de acordo com as RDCs nº216/2004 e 275/2002 da ANVISA.

Média de m3 consumidos durante o ano de 2018 pelo total de m2 de construção existente no campus.

Média de kWh (ponta a ponta) consumidos durante o ano de 2018 pelo total de m2 de construção existente no campus.

CF (curtidores do Facebook)+ SI (seguidores no Instagram) + ST (seguidores no Twitter)

Total de docentes certificados em cursos de idiomas estrangeiros na modalidade Formação Inicial e Continuada (FIC) ou outra modalidade ofertada pelo campus, durante o período de análise pelo total de docentes em exercício no campus, durante o ano de análise.

Total de iniciativas implantadas pelo total de iniciativas previstas. Onde as iniciativas previstas são: Formação de Comissão para a Coleta Seletiva Solidária, nos termos do Decreto n° 5.940 de 25/10/2006. Realização de campanha educativa anual. Aquisição de material padrão para separação e acondicionamento dos resíduos. Prospecção de associações ou cooperativas de catadores. Formalização do Termo de Cooperação com associações ou cooperativas de catadores.

Somatório das diferenças entre o preço médio estimado e o preço homologado em cada contratação realizada no período de análise pelo Somatório dos preços médios estimados em cada contratação realizada no período de análise.

Somatório das diferenças entre o preço médio estimado e o preço homologado em cada contratação realizada no período de análise pelo somatório dos preços médios estimados em cada contratação realizada no período de análise.

Somatório do orçamento da ação 2994 liquidado com os benefícios de alimentação escolar, auxílio alimentação, auxílio moradia, auxílio transporte e auxílio emergencial pelo total do orçamento da ação 2994 liquidado com bolsas e auxílios.

Somatório dos dias de licenças saúde, no ano de análise pelo multiplicar o total de dias úteis pelo total de servidores lotados no campus, no ano de análise.

Total de programas, projetos, cursos e eventos de extensão na área de acessibilidade e diversidade étnico-racial pelo total de programas, projetos, cursos e eventos de extensão

Total de servidores que participam dos projetos do Programa Qualidade de Vida no Trabalho, durante o período de análise.

Total das despesas empenhadas no último dia do semestre de referência pelo total do orçamento considerando os acréscimos e reduções ao longo do ano de referência.

Para aferir o índice de disponibilidade de infraestrutura e serviços de RI, será utilizado um valor para pontuar a existência no campus de cada variável de infraestrutura adotada (Ação desdobrável). Se o campus possuir a infraestrutura no ano de análise, atribuir-se-á a nota 2; caso o campus não possua a infraestrutura, atribui-se a nota 0. As variáveis adotadas são: 1. Nomeação de representante dedicado a RI no campus; 2. Unidade administrativa dedicada a RI em funcionamento no campus; 3. Comissão Local de Internacionalização implantada no campus; 4. Orçamento atribuído pelo campus para ações de internacionalização no ano em análise; 5. Página Eletrônica do campus com apresentação bilíngue no Portal IFCE. As variáveis serão agrupadas em um índice com amplitude variando de 0 a 10, isto é, entre 0% e 100% de infraestrutura de RI.

Total de ações de desenvolvimento realizadas pelo campus, durante o período de análise pelo total das ações de desenvolvimento previstas no Plano de Desenvolvimento de Pessoas do campus.

Total de Restos a Pagar Não Processados no último dia do semestre de referência (conta 63110000) pelo Total de Restos a Pagar Não Processados no primeiro dia de janeiro do ano de referência (conta 63110000).

Para aferir o índice geral de internacionalização do IFCE será utilizado um valor para o comprometimento do campus com cada variável de internacionalização adotada. Se o campus é comprometido com a ação correspondente à variável, implementando-a no período analisado, atribui-se a nota 1 para aquela variável; caso o campus não desenvolva iniciativas correspondentes à ação, atribui-se a nota 0 para aquela variável. As variáveis adotadas são: 1. Ação de prospecção/demanda interna do campus resultante em acordo de cooperação internacional; 2. Mobilidade internacional emissiva de discentes (Estudantes da unidade em mobilidade acadêmica no exterior); 3. Mobilidade internacional receptiva de discentes (Estudantes estrangeiros matriculados na unidade); 4. Mobilidade internacional emissiva de docentes (Docentes/pesquisadores em qualificação no exterior); 5. Mobilidade internacional receptiva de docentes (Docentes/pesquisadores visitantes estrangeiros na unidade); 6. Mobilidade internacional emissiva de pessoal técnico-administrativo (TAEs em qualificação no exterior); 7. Mobilidade internacional receptiva de pessoal técnico-administrativo (Staff estrangeiro em cooperação na unidade); 8. Projetos/programas de cooperação internacionais em execução no campus; 9. Artigos publicados por docentes/pesquisadores do campus em revistas com Journal Citation Reports (JCR), com ou sem coautoria acadêmica internacional; 10. Servidores docentes e técnico-administrativos com participação em eventos e missões de trabalho no exterior; Cada variável poderá pontuar, no máximo, 1 ponto. As variáveis serão agrupadas em um índice com amplitude de 0 a 10, isto é, entre 0% e 100% de comprometimento.

Total do orçamento empenhado na ação 4572 – capacitação de servidores, no período de análise pelo total do orçamento de custeio empenhado, no ano de análise.

Total de discentes envolvidos na execução das ações de extensão pelo total de discentes matriculados no campus.

Somatório dos projetos implantado, durante o período de análise, relativos ao Programa Qualidade de Vida no Trabalho pelo somatório dos projetos planejados no ano para o Programa Qualidade de Vida no Trabalho.

Total de servidores que atuaram em alguma ação de extensão pelo total de servidores em exercício no campus.

Índices de comprometimento com a sustentabilidade ambiental: Para cada índice, será apurado um valor para o comprometimento da unidade com aquela ação de sustentabilidade. Se a unidade é comprometida com a ação, atribui-se a nota 1; caso a unidade não tenha iniciativas correspondentes à ação, atribui-se a nota 0. Os índices adotados são: 1. Consumo racional da água, com ações como: captação da água da chuva, utilização de poço artesiano, utilização de torneiras e descargas inteligentes. 2. Consumo racional da energia elétrica com ações como: desligamento programado dos ares- condicionados e iluminação, utilização de lâmpadas mais econômicas. 3. Conscientização no uso de papel de escritório, reutilizando papel para rascunho, priorização da comunicação por meio eletrônico e impressões em frente e verso, por exemplo. 4. Política de destinação adequada de resíduos sólidos, como coleta e destinação seletiva dos resíduos. 5. Editais de compras com planejamento atento à normas de sustentabilidade. Os índices serão agrupados em um indicador com amplitude de 0 a 5, isto é, entre 0% e 100% de comprometimento.

Somatório dos servidores que participou ou está participando de alguma capacitação, seja de curta, média ou longa duração pelo total de servidores em exercício no campus, durante o período de análise. Não considerar no cálculo desse indicador: servidores cedidos, servidores em gozo de licença, servidores em cursos FIC e servidores em cursos de aperfeiçoamento.

Quantidade de Docentes efetivos Graduados (DG) multiplicado pelo “peso” 1, somado a quantidade Docentes efetivos Aperfeiçoados (DA) multiplicado pelo “peso” 2, somado a quantidade Docentes efetivos Especialistas (DE) multiplicado pelo “peso” 3, somado a quantidade Docentes efetivos Mestres (DM) multiplicado pelo “peso” 4, somado a quantidade Docentes efetivos Doutores (DD) multiplicado pelo “peso” 5 pela quantidade de docentes efetivos e lotados no campus, no período de análise.

Quantidade de TAEs graduados (TAEG) multiplicado pelo “peso” 1, somado a quantidade de TAEs especialistas (TAEE) multiplicado pelo “peso” 2, somado a quantidade de TAEs mestres (TAEM) multiplicado pelo “peso” 3, somado a quantidade de TAEs doutores (TAED) multiplicado pelo “peso” 4.

Total de matriculas equivalentes nos cursos técnicos

Total de matrículas equivalentes nos cursos de formação de professores

Total de matriculas equivalentes nos Cursos EJA

Somatório dos créditos orçamentários executado nos benefícios de vulnerabilidade e alimentação escolar pelo total dos créditos orçamentários na ação 2994 – Funcionamento da Assistência Estudantil. São considerados benefícios de vulnerabilidade: alimentação + auxílios de vulnerabilidade social (alimentação, transporte, moradia, formação, óculos, discentes mães e pais, didático-pedagógico e emergencial).

Nível de ocupação de vagas ofertadas em processos seletivos.

Somatório das parcerias firmadas formalmente no período de referência, excluindo as voltadas para estágio.

Total das atividades da assistência estudantil relacionadas com o Plano de Permanência e Êxito (PPE) pelo total das atividades da assistência estudantil.

Diferença entre os percentuais de avaliações positivas e negativas. A pesquisa de qualidade, junto ao fiscal de contrato, realizada ao final da vigência dos contratos e/ou prorrogação que ocorrerem no período de análise.

Quantidade de matrículas equivalentes por docentes.

Total de iniciativas implantadas pelo total de iniciativas previstas. Onde as iniciativas previstas são: Elaboração e divulgação de Guia de Uso Consciente da Energia Elétrica. Revisão anual dos contratos (ajuste da demanda contratada). Instalação de banco de capacitores. Manutenção periódica da subestação. Geração de energia por meio de sistema fotovoltaico.

Diferença entre os percentuais de avaliações positivas e negativas. Pesquisa de satisfação, junto ao requisitante, ao final de cada processo de contratação realizado no período de análise.

Pesquisa de satisfação.

Total de pessoas atendidas nos projetos, programas e cursos de extensão pelo total de projetos, programas e cursos de extensão realizados. Para o cálculo desse indicador não contabilizar o público atendido nos eventos.

Total de discentes envolvidos nas ações de empreendedorismo pelo total de discentes envolvidos na execução das ações de extensão.

Total de TAES certificados em cursos de idiomas estrangeiros na modalidade Formação Inicial e Continuada (FIC) ou outra modalidade ofertada pelo campus, durante o período de análise pelo total de TAES em exercício no campus, durante o ano de análise.

Total de programas, projetos, cursos e eventos de extensão na área de empreendedorismo pelo

Quantidade de alertas relativos a violação da política de segurança do IFCE e que foram devidamente tratados pela quantidade de alertas relativos a violação da política de segurança do IFCE.

Resultado da soma entre a quantidade de alunos “formados” e“integralizados em fase escolar” pela quantidade de matrículas efetuadas no início do ciclo de matrícula.

Quantidade de alunos por turma específica que concluíram um curso de especialização lato sensu pela quantidade de alunos por turma específica que ingressaram em um curso de especialização lato sensu.

Quantidade de alunos por turma específica que concluíram um curso de especialização stricto sensu pela quantidade de alunos por turma específica que ingressaram em um curso de especialização stricto sensu.

Total de alunos certificados em cursos de idiomas estrangeiros na modalidade Formação Inicial e Continuada (FIC) ou outra modalidade ofertada pelo campus pelo total de matrículas ativas no ano de análise.

Total de estágios realizados em concedentes com convênio celebrado pelo total de estágios realizados com convênio ou não.

Número de alunos egressos participando de projetos, programas e/ou cursos de extensão pela quantidade de alunos egressos.

Número de alunos cotistas egressos, a partir de 2014, participando de projetos, programas e/ou cursos de extensão pelo número de alunos cotistas egressos, a partir de 2014.

Consideram-se produção científica: artigos, congressos, livros, capítulos de livros, notas técnicas, produções artísticas e culturais, registros ou depósitos de propriedade intelectual e outras produções afins pela quantidade de pesquisadores cadastrados na plataforma NL

Total de questionários respondidos ao formulário de egressos no semestre pela quantidade de alunos egressos a partir dos 4 últimos semestres.

Quantidade de tickets atendidos para solucionar algum problema identificado nos serviços na área da tecnologia da informação e comunicação pela quantidade de tickets gerados para solucionar algum problema identificado nos serviços de tecnologia da informação e comunicação.